Liberação do FGTS ajuda no crescimento econômico do País

Você vai entender aqui em nosso texto o que é o FGTS e um pouco de sua história que poucos sabem. O fundo foi criado durante o regime militar por uma lei promulgada, no dia 13 de setembro no ano de 1966, pelo então presidente da República, o marechal Castelo Branco.

Com aquela época, com Octávio Gouveia de Bulhões no Ministério da Fazenda e Roberto Campos à frente do novo Planejamento que era a criação do FGTS fazia parta das reformas institucionais e do ajuste econômico elaborados pelos titulares das partes após o ato institucional do ano de 1964.

Com o novo sistema de estabilidade, aos empregados com mais de um ano de tempo de serviço e que fossem dispensados antes de completarem o decêncio era devida uma indenização, correspondente ao valor de um mês de salário para cada ano laborado. A seguir vamos falar mais sobre esse sistema que ajuda o trabalhador brasileiro, continue lendo o nosso texto.

O que é o FGTS

Nesse artigo vamos falar sobre o FGTS, muita gente já ouviu falar mais não sabem bem o que é, então vamos falar um pouco sobre ele. O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço conhecido popularmente por FGTS, é um fundo criado com o objetivo de proteger o trabalhador que foi demitido sem ser por causa da famosa justa causa.

O FGTS é uma abertura de uma conta vinculada ao contrato de trabalho, os empregadores depositam em contas abertas na Caixa Econômica Federal, no início de cada mês e em nome do empregados, o valor correspondente a 8% do salário bruto de cada funcionário, já para os contratos de trabalho firmados nos termos da lei.

Saiba que o percentual é reduzido para 2%, e por fim, no caso de trabalhador doméstico, o recolhimento é correspondente a 11,2%, sendo que 8% a título de depósito mensal e 3,2% a titulo de antecipação do recolhimento rescisório.

Quem tem direito ao FGTS

Vamos agora passar para vocês quem tem direito ao FGTS, segundo o art. 15 da lei 8.036/1990 tem direito ao FGTS todos os empregados urbanos e rurais e os empregados domésticos, também inclusos os trabalhadores avulsos, excluindo do regime de FGTS os trabalhadores eventuais, autônomos e os servidores públicos civis e militares, pois estão sujeitos a outros regimes.

Agora que você já sabe quem tem direito ao programa do Governo para trabalhadores, a seguir vamos ensinar a você consultar fgts pelo cpf.

Como consultar o saldo do FGTS

Você que deseja consultar o seu FGTS pela internet, é bem simples vamos ensinar de formar fácil para você realizar a sua consulta, veja a seguir como consultar o seu FGTS:

Passo 1 – Acesse o site da caixa www.caixa.gov.br/extrato-fgts.;


Passo 2 – Informe o número do seu NIS e clique em “cadastrar senha”;


Passo 3 – Leia regularmente e clique em “aceito”;


Passo 4 – Preencha todos os campos com os seus dados pessoais. Aqui, você vai precisar do número do seu Titulo de Eleitor;


Passo 5 -Crie a sua senha com 8 dígitos;


Passo 6 – Você receberá uma mensagem de cadastro realizado;


Passo 7 – Para você acessa preencha os campos e aperto “OK”;


Passo 8 – Depois de fazer todo esse procedimento, você já poderá realizar a sua consulta do seu extrato.


Depois de ler esse passo a passo que criamos para você entender de maneira fácil e clara como consultar o seu extrato CPF, a seguir vamos mostrar como você pode sacar o seu FGTS.

Como sacar o FGTS

Primeiro você tem que realizar a sua solicitação de saque, Em até 5 dias úteis, munido da documentação exigida, o trabalhador poderá saca o seu benefício. Nos demais casos, a solicitação de saque é feita pelo trabalhador que comparece a uma agência da Caixa, portando os documentos devidos, o seu saque também é liberado em até 5 dias úteis.

Você que tem o valor até R$ 1.000,00 poderá ser realizado em um terminal de autoatendimento, nas casa lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui, com uso do cartão do cidadão e senha. Para valores superiores a R$ 1.000,00 e para trabalhadores que não possuam cartão do cidadão o resgate do recurso pode ser feito em qualquer agência da Caixa Econômica Federal.

Depois de ler o nosso artigo sobre o FGTS, não esqueça de deixar o seu comentário falando o que achou do nosso texto inscrito, estamos aberto a melhoras no nosso conteúdo. Boa sorte!